Workflow Mellon Studios

LOCAWEB Jelastic Cloud

Qual o animador que nunca ouviu de um amigo ou de algum familiar perguntas como:

Quanto tempo leva pra fazer uma animação?
São muitas as etapas?
Quantas pessoas foram envolvidas?

A gente ouve bastante dessas perguntas por aqui e pra aproveitar que estamos lançando o nosso novo site, resolvemos falar um pouco sobre isso dissecando o nosso workflow desse nosso trabalho tão divertido.

Fase 01 – O Briefing

O cliente cria o seu produto ou serviço e precisa divulgá-lo.

Independente de sua escolha (animação ou filme com atores) precisamos saber o que será vendido, como funciona, qual é o seu público alvo, quando ele estará disponível no mercado e etc…

Esse material inicial vai de um vídeo que o cliente assistiu certa vez no youtube e que ele acaba passando pra gente usar como referência, até o estilo de fonte que ele deseja utilizar. Quanto maior o número de informações, melhor.

jelastic1

Logotipo do produto Locaweb que nos foi enviado.

Fase 02 – Roteiro

Se o cliente tem apenas uma ideia do que gostaria de colocar na tela, nós criamos o roteiro, mas se ele possui um esboço de ideias, adaptamos o roteiro.

Nessa fase também está incluído a decupagem que é o processo de descrever cada ação, movimento de câmera e enquadramento que será usado para vender esse peixe.

roteiro-v3

Primeira versão do roteiro adaptado.

Fase 03 – Produção

É necessário que alguém ou um departamento organize, estipule datas, contrate artistas (caso necessário) e junte todas as etapas para que a animação, mesmo passando por muitas mãos, seja uma peça única.

O produtor é acionado e dá início às suas planilhas mais malucas e assim, faz com que a visão do diretor seja exatamente aquilo que foi prometido para a animação final..

tabela

Tabela de Produção.

Fase 04 – Referências

A pergunta: “Como essa história deve ser contada visualmente?” precisa ser respondida e antes de sair fazendo ilustrações ou sair animando personagens, precisamos colher algumas referências e definir qual será a direção de arte, paleta de cor e etc…

Aqui vamos trocando referências com o cliente e entendendo de vez o que ele tem em mente.

ref

Referências de animação, cor e estilo.

Fase 05 – Story-board

Com a decupagem em mãos, partimos pro story-board.
Só nessa fase começamos a esboçar algum tipo de desenho.
Aqui os artistas começam a entrar no jogo.

LOCAWEB Jelastic Cloud - Making

Storyboard assinado por Daniel Amaro.

Fase 06 – Storytic

Oba, legal! Já sabemos o que o cliente quer, já vimos suas referências, já desenhamos quadro a quadro como tudo vai acontecer, então essa é a hora do Storytic.

Colocamos todos os quadros do storyboard em sequência na timeline do software de edição e montamos o primeiro filminho. Aqui iremos definir o timing de cada plano que irá compor a cena. É assim que conseguimos visualizar se os quadros e os movimentos de câmera pensados na decupagem funcionam como havíamos imaginado.

Fase 07 – Concepts

Além de criar algumas variações dos personagens, precisamos pensar nos outros elementos como, cenário, paleta de cor, personagens coadjuvantes e é nesse momento que o ilustrador começa a criar os primeiros esboços.

conceito_cenario
conceito personagem
conceito_pepino

Ilustrações criadas por Rodrigo Pascoal.

Fase 08 – Locução

Nesse job da Locaweb em específico, sabíamos que a animação seria narrada, mas antes de mandar o texto para o locutor e já agendar o horário com o estúdio de som, nós mesmos criamos aqui uma locução guia, para encontrar, junto ao cliente, o tom certo de como essa etapa deveria funcionar.

Aqui segue um comparativo entre a locução guia que nós fizemos por aqui com a versão final gravada em estúdio e com o profissional da área.
Dá só uma conferida.

Voz 01 – Bill Zsilagy (locução Guia)
Voz 02 – Paulo Balistrieri (locução Final) 

Fase 09 – Biblioteca de Áudio.

Os efeitos sonoros, aqueles “barulhinhos” de pulo, de vento, de água caindo, entre outros, também precisam ser incluídos. Muito da sensação que se quer passar ao espectador, não precisa estar apenas na parte visual.

Lá no começo da produção, montamos uma biblioteca de trilha sonora e outra de efeitos sonoros, sempre pensando nos jogos de 8 bits, mas depois, colocando na animação, percebemos que os jogos de 16 bit’s possuiam efeitos sonoros melhores e nessa etapa fomos buscar tudo o que havíamos armazenado.

Usamos aqui uma trilha sonora que acabou sendo trocada depois, mas já é possível entender bem como tudo vai soar.

Fase 10 – Testes de Animação

Chegou a hora, soem os tambores a animação vai começar.
Depois de nove etapas importantes, podemos enfim, começar a animar e os primeiros testes de animação começam a pipocar no estúdio.

Sem pensar muito no background da cena, já começamos a ver a personagem ganhar vida e nessa fase o diretor do projeto já consegue direcionar o animador em tudo o que ele havia imaginado.

Etapa 11 – Animação Final

Depois de tudo pronto, começamos a juntar todas as etapas numa timeline só. A locução, a trilha, os efeitos sonoros, a animação, o backgound, os efeitos especiais, a assinatura com a logomarca do produto e a do cliente e enfim, temos a animação pronta. É hora de assistir o resultado de todo esse processo e se divertir com o Erick e sua história de programador.

Aperte o play e vamos nessa!

É claro que, para cada job a maneira como tocamos o trabalho por aqui muda, tudo depende da vontade do cliente, mas basicamente dá pra se ter uma ideia de como funciona algumas etapas.

E aí gostou? Posta aqui o que você achou e manda pra gente.
Obrigado por nos acompanhar e até o próximo post!
See ya!
;)

3 Comments

  1. Thiago Canuto disse:

    Gostei bastante. Muito legal vcs compartilharem isso aqui. Pra quem tá no inicio como eu, é super legal conhecer o processo de um grande estúdio.

    1. Fala Thiago, que bom que você gostou!
      Obrigado pelo elogio, man!
      Um abraço!

  2. Achei a primeira trilha bem melhor. “Masterizacao Teste V1” . Mas, toda forma, a animação ficou irada, principalmente a direção de arte. Parabéns 🙂

Leave a Reply